O estado do Goiás é constituído por terras planas com altitudes que variam de 200 a 1200 metros. É o estado mais central de todas as unidades federativas e o mais populoso do centro-oeste. A economia estadual está direcionada à indústria alimentícia, farmacêutica, madeireira, metalúrgica, mobiliária, de mineração e de vestuário; ao comércio, à pecuária e à agricultura. Produzem muita soja e milho, sendo um dos grandes produtores do Brasil. A região vem atraindo investimentos no setor industrial graçãs aos incentivos fiscais, entrando para a linha dos maiores produtores de medicamentos genéricos no território brasileiro. Os brasilienses, os únicos que possuem quase a totalidade de seu território dentro de outro estado, amam se aventurar na Chapada dos Veadeiros. Quando se acreditava que o ano fosse acabar em 2000, muitos místicos viviam na chapada, pois acreditavam que uma energia especial emanava da Chapada dos Veadeiros. Um lugar cheio de águas cristalinas cobertas por montanhas e de inúmeras cachoeiras. As mais lindas e incríveis são as mais escondidas e requer um bom preparo físico ou, pelo menos, muita força de vontade pra aguentar horas embaixo de sol em uma região de clima árido, subindo e descendo morros na expectativa de ver essas maravilhas ocultas que valem completamente o esforço.

Goiânia, capital estadual, também é lugar de grande visita dos brasilienses ou até mesmo de uma nova vida. Uma cidade com mais de 1 milhão de habitantes e centro do setor de indústrias do Goiás. A capital fica bem no meio no território goiano, o que facilita visitas às principais atrações do estado. Perto de Goiânia, há também uma cidade histórica, Pirenópolis, que fica cheia de turistas nos fins de semana sendo uma boa parte de Brasília. A Festa do Divino e as Cavalhadas são eventos famosos da cidade. Vale a pena conhecer!