A mais extensa das unidades federativas brasileiras, o Amazonas. Faz limites com a Venezuela e Roraima ao norte, Rondônia ao sul, o Peru a oeste, o Pará a leste, o Mato Grosso ao sudeste, o Acre ao sudoeste e a Colômbia ao noroeste.

A cultura do Amazonas tem fortes influências nordestinas e, principalmente, indígenas já que um quarto do total de índios do Brasil vive neste estado.

É o único estado brasileiro que tem a indústria como o foco da economia graças a Zona Franca Manaus que foi criada em 1967 com o propósito de estimular o desenvolvimento industrial por meio de incentivos fiscais. A economia do Amazonas é baseada na indústria, no extrativismo, na mineração e na pesca.

A grande atração para os turistas é o Encontro das Águas que é a união do Rio Negro, de águas pretas, com o Rio Solimões, de água barrenta, que por causa da temperatura diferente de ambos os rios, as águas não se misturam. O foco da região é o ecoturismo com opções de visitar tribos indígenas, pescar piranhas, focagem noturna, ver botos-cor-de-rosa, ver jacarés e muito mais.

Já em Manaus, a capital do estado, se econtra de tudo por lá como musus, teatros, restaurantes, shoppings e vários pontos turísticos. Os hotéis de selva são, também, uma excelente opção já que ficam situados em meio à selva e oferecem passeios diurnos e noturnos com caminhadas na floresta e outras aventuras. As Escaladas em Árvores fazem parte das atividades desenvolvidas no lugar em árvores que podem chegar a mais de 60 metros de altura e de lá admirar uma paisagem incrível. Sem falar das frutas diferentes que fazem parte do turismo culinário.