O Amapá é um dos sete estados da região Norte e faz limite com o Suriname, a Guiana Francesa, o estado do Pará e o Ocecano Atlântico.

Estado do Amapá
Amapá

E por falar em oceano, muita gente não sabe, mas a região Norte também foi privilegiada com praias graças ao Amapá e o Pará – estado que ficará para outro momento. Considerado por muito tempo, uma terra sem praias a nivel global, hoje, se encontra no livro ‘Beaches of Amazon’ com praias que fogem do tradicional almejado pela maioria dos turistas: praia de águas verdes, azuis e cristalinas. O Amapá, fungindo a regra, oferece águas marrons devido à grande quantidade de sedimentos provenientes do Amazonas, porém nada poluídas. E para quem tem medo daquelas praias agitadas com ondas enormes, o Amapá pode ficar como sugestão já que as suas praias variam com maior ou menor influência de ondas. Quem confirma isso é uma das autoras do capítulo do livro e pesquisadora Waldenira Santos do Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Estado do Amapá (IEPA), “temos aqui dentro da cidade algumas praias que são as chamadas ‘praias de bolso’, como aquelas da Área de Proteção Ambiental da Fazendinha (APA), no Recanto da Aldeia, que tem pequenas ondas, mas são praias”.

Também, o Amapá é um dos poucos estados a oferecer situações geográficas para a formação de ecossistemas muito variados. O clima é tropical superhúmido com três meses de seca no litoral e dois meses de seca, predominantemente, no terrítório.  O ponto turístico mais conhecido do Amapá fica localizado em Macapá, o Marco Zero: monumento de trinta metros indicando por onde passa a Linha do Equador. A celebração religiosa do Círio de Nazaré no mês de outrubro é muito importante no calendário do estado. Não é apenas floresta. Em Amapá, há muito para se conhecer. Passagens em www.plataforma10.com.br