Fazendo limite com o Amazonas ao norte, o Peru ao sul e oeste, e a Bolívia ao sudeste, está o estado do Acre.

Uma grande parte do seu território é formada por mata intocável protegida por estabelecimentos de proteção florestal integral, reservas indígenas e extrativistas. Quando se compara com a larga história do Brasil, é motivo de realmente celebrar que o Acre é oficialmente parte do território brasileiro há um pouco mais de 110 anos.

A vista do Parque Nacional da Serra do Divisor Cruzeiro do Sul é muito incrível, vale a pena conhecer. De fato, é um estado onde o contato frequente com a natureza predomina. As principais atividades econômicas do estado são a extração de borracha e castanha, a agricultura e a pecuária. Acre significa ‘Rio dos Jacarés’ em Aquiri, uma língua indígena, e apelidado de Extremo do Brasil., Estado do Látex, Estado das Seringueiras e Extremo Oeste. O município mias populoso com mais de 300 mil habitantes também é a capital do estado: Rio Branco. A culinária ganha atenção especial na viagem dos turistas: quibe de macaxeira, quibe de arroz, vatapá e muito mais.

Então, na próxima vez que lhe perguntarem, o que fazer no Acre? A resposta é muito simples: Muita coisa! Saborear os pratos típicos, apreciar a natureza, observar os animais, conhecer as comunidades indígenas, passear no Parque do Tucumã, visitar o Parque Ambiental Chico Mendes, conhecer diferentes espécies de árvores, entre outras coisas.

Definitivamente, não deixe de visitar as diversas nações indígenas instaladas na região caso decida tocar os pés em terras acrianas. Para quem gosta de contato constante com a natureza, a sensação de adentrar na Selva Amazônica é realmente indescritível.