Viação São Bento

 

Procure sua passagem

Tudo começou em 20 de julho de 1951, quando a viação São Bento conseguiu sua primeira linha de transporte terrestre de passageiros entre São Joaquim da Barra e Igarapava com sede em Batatais, um município no interior do estado de São Paulo. No dia 17 de dezembro do mesmo ano, a em... Ver más

Viação São Bento

Tudo começou em 20 de julho de 1951, quando a viação São Bento conseguiu sua primeira linha de transporte terrestre de passageiros entre São Joaquim da Barra e Igarapava com sede em Batatais, um município no interior do estado de São Paulo. No dia 17 de dezembro do mesmo ano, a empresa ganha novos donos, José Virgílio Braghetto e José Alves Pereira, transferindo a sede para um dos locais de conquista da primeira linha de auto-ônibus, São Joaquim da Barra. 

Desde que tomaram a frete da empresa, os novos donos focaram na melhor maneira de servir à comunidade. José Braghetto cuidava da parte administrativa enquanto José Pereira trabalhava como motorista. Na época, eles tinham apenas dois ônibus que faziam o trajeto de sua única linha, entretanto, com o crescimento da empresa e da sua expansão de atendimento por aquisição de novas linhas, a São Bento decide mudar sua sede para a cidade de Ribeirão Preto, grande cidade paulista.

Neste meio tempo, as tomadas de decisões feitas pelos donos repercutiu da melhor forma possível, abrindo a possibilidade de sucessivas compras de outras empresas que trabalhavam no ramo. Em 1960, começou com a compra da viação Santo Antônio e parte da Empresso São Luiz foi comprada um ano depois. Em 1962, adquire a viação Paiva e quatro anos depois, compra a empresa Santa Rita. Com o crescimento constante, compra a viação Record e Cruz nos anos de 1969 e 1970, respectivamente. Sua última aquisição foi em 2013 com parte da viação Vera Cruz e Triangulino.

A partir de 2010, por alterações na grupo em sociedade, a empresa parte para novas implementações. Renova 70% de sua frota, chegando a quase 100 veículos, por modelos de última geração que poderiam trazer mais safistação aos passageiros. Implementa sistemas de informação, de gerenciamento, de vendas de transporte, de fretamentos e encomendas. Isto permitiu sua expansão no território de São Paulo e de Minas Gerais.