Viaçao Sandra

 

Procure sua passagem

A empresa Sandra começou bastante simples, com apenas dois ônibus que circulavam dentro de uma única rota: a de Conselheiro Lafaiete a Belo Horizonte, ambos são municípios mineiros, sendo o segundo, a capital do estado de Minas Gerais. Logo, a empresa foi comprada por Antônio Rodrigues Per... Ver más

Viaçao Sandra

A empresa Sandra começou bastante simples, com apenas dois ônibus que circulavam dentro de uma única rota: a de Conselheiro Lafaiete a Belo Horizonte, ambos são municípios mineiros, sendo o segundo, a capital do estado de Minas Gerais. Logo, a empresa foi comprada por Antônio Rodrigues Pereira, José Felisberto Sobrinho e José Marcos de Souza e ganhou o nome de Viação Sandra Ltda em 8 de julho de 1958.

Como estes sócios não estavam arrancando do zero, ao contrário, já tinham experiência no mercado como proprietários das viações Rio Espera e Boa vista, decidiram juntar as cores de ambas companhias e vinculá-las a história das cidades por onde faziam seus trajetos. Além dos dois municípios citados anteriormente, faziam parte do intinerário as cidades de São João Del Rei e Congonhas.

Com o falecimento de um dos sócios, José Marcos de Souza, a parte administrativa passou a ser liderada por  seu irmão, Álvaro Agripino de Souza. É um orgulho pessoal da empresa em saber que fez e ainda faz parte do cotidiano de muitos mineiros, contribuindo para o desenvolvimento da região e trazendo para a comunidade cada vez mais conforto e segurança no serviço de transporte de passageiros.

A capital de Minas Gerais traz consigo um aspecto de cidade do interior ao mesmo tempo que é modernizada. Situa-se entre montanhas, cachoeiras e outras cidades históricas,  tendo um valioso patrimônio arquitetônico desenhado pelo incrível arquiteto brasileiro Oscar Niemeyer.

Belo Horizonte não é simplesmente história, é também lugar de desfrutar uma boa comida, dentre elas, comida francesa, italiana e, porque não, os famosos bares com petiscos mineiros nessa terra boêmia. Sinceramente, ir em Minas Gerais e não provar o típico pão de queijo da região é uma ofensa. Você não pode perder!

O município de Conselheiro Lafaiete tem uma famosa fonte luminosa com sistema de águas dançantes e iluminação cênica trazida diretamente da Alemanha. É uma cidade de longa danta, se brincar, é uma das mineiras mais antigas. Seu nome é em homenagem ao ministro e conselheiro do Imperador Dom Pedro II. Já deu pra ver a dimensão histórica que essa cidade trás, não é?

Não se surpreenda ao saber que o Rio de Janeiro não é o único com o Cristo Redentor. Conselheiro Lafaiete tem a estátua do seu próprio Cristo. Entre outros pontos turísticos da cidade estão a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição e de Santo Antônio, o Teatro Municipal Placidina de Queiróz, a Biblioteca Antônio Perdigão e o Chafariz da Praça Barão de Queluz. Claro que não acaba por aqui, mas caso tenha curiosidade de saber mais sobre a cidade, que tal fazer uma visita?